Mendonça define alíquota única de ICMS em combustíveis.

Medida deve passar a valer a partir de 1º de julho; tentativa de conciliação entre governo federal e Estados acabou sem acordo.
O ministro André Mendonça, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou nesta 6ª feira (17.jun.2022), em decisão liminar (provisória), que as alíquotas do ICMS dos combustíveis devem ser uniformes em todo país a partir de 1º de julho.
Ainda não há previsão para julgamento de mérito no plenário da Corte. Eis a íntegra da decisão (250 KB).
Mendonça suspendeu o Convênio nº 16/2022 do Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) que permitiu a cada Estado cobrar um valor diferente de ICMS sobre  o diesel. Até que seja editada uma nova norma pelo conselho, a base de cálculo do imposto para os combustíveis passa ser fixada pela média de preços praticados nos últimos 60 meses.

Postar um comentário

0 Comentários