Lula fala do ICMS e reforça discurso contra fome em Natal


Ex-presidente também abordou a questão da moradia e da transposição do rio São Francisco.

O ex-presidente Lula (PT) participou, na noite desta quinta-feira 16, de agenda política na Arena das Dunas, em Natal. Na capital potiguar, o pré-candidato à Presidência almoçou com os governadores do Nordeste e visitou a 1ª Feira Nordestina da Agricultura Familiar ao lado de aliados.

Em seu discurso, Lula falou sobre a fome e a pobreza. “O gás de cozinha deve ser um elemento da cesta básica. O povo pobre não pode pagar R$ 150 num botijão. E quando não pode pagar, também não pode cozinhar com querosene e lenha. Esse país tem muita riqueza e não precisa disso”.

O ex-presidente também abordou a questão da moradia. “Depois que o PT deixou o governo, nenhuma casa do Minha Casa Minha Vida foi feita no Rio Grande do Norte. Porque essa gente não pensa no povo pobre. Fizeram uma lei para financiar casa pra rico. Mas se preparem, porque nós voltaremos a fazer casas para o povo pobre nesse país”.

Lula ainda parabenizou os governadores dos estados nordestinos. “Tiveram a grandeza de criar o Consórcio do Nordeste para tentar salvar o país da vergonha que estamos vivendo”.

O petista abordou a questão do ICMS. “Bolsonaro está tentando jogar a culpa em cima dos governadores pelo preço da gasolina. Acho que o ICMS é alto mesmo, é preciso baixar, mas não pode jogar a culpa de que a gasolina subiu por causa do ICMS.

Ele também citou a transposição do rio São Francisco. “Eu não conseguia conceber que uma parte do país via seus animais e plantações morrendo porque não tinha água. Por isso investimos na transposição do Rio São Francisco, e fizemos 88% do canal. E agora eles querem plagiar, dizer que é obra deles”.

Lula reforçou seu apoio à governadora do RN, Fátima Bezerra (PT). “Tenho certeza que esse estado não abrirá mão de eleger uma mulher que certamente tem mais ousadia, mais capacidade, do que todos nós homens que estamos aqui nesse palanque”.

Agora RN

Postar um comentário

0 Comentários