Gerente de banco embolsa quase R$60 mil fazendo Pix sem cliente perceberROUBO


Empresária furtada nunca usou o aplicativo do banco e só percebeu as transações ao olhar o extrato pessoalmente na agência.

A gerente de uma agência bancária do Itaú, que fica em Cabedelo, região metropolitana de João Pessoa (PB), furtou R$57 mil de uma cliente usando o serviço Pix sem que a vítima percebesse. Como a empresária furtada nunca havia usado o aplicativo do banco, ela só percebeu que faltava dinheiro na conta quando foi pessoalmente na agência fazer uma transferência e viu as transações no extrato. 

Segundo o inquérito, foram 18 transferências. A cliente começou a desconfiar em dezembro de 2021, quando não reconheceu as transações e tentou esclarecimentos junto ao banco, que não ajudou no início. Por conta disso, em fevereiro deste ano a empresária procurou uma advogada e formalizou uma denúncia na delegacia de Cabedelo.

As contas de seis pessoas que receberam o dinheiro via Pix foram bloqueadas. Segundo o G1, uma das receptoras do dinheiro foi até a delegacia para entender do que se tratava e através da datar do pix se chegou ao nome da gerente do banco.

A gerente do banco então confessou o crime e revelou que usou o dinheiro para contratar a decoração de uma festa de chá revelação, pagar uma cuidadora de idosos e contratar um seguro e consórcio. 

Como a suspeita é ré primária, confessou e devolveu parte do valor roubado, responde em liberdade. Para a polícia ela alegou que passava por dificuldades financeiras quando desviou o dinheiro. 

Em nota, o Itaú informou que a gerente responsável pelo golpe foi demitida. O banco lamentou o ocorrido e informou que "tomou todas as medidas necessárias para ressarcir e indenizar a cliente, de forma rápida e proativa, tão logo tomou conhecimento dos fatos. O banco esclarece, ainda, que o responsável pela situação não faz mais parte do quadro de colaboradores da instituição”. 

Comentários

Postagens mais visitadas