Lula dispara sobre Bolsonaro: “Vai passar a faixa e depois voltar para casa pra chorar”


O ex-presidente Lula (PT) concedeu uma entrevista à rádio Brasil Campinas, nesta quarta-feira 9, onde foi questionado sobre a possibilidade do presidente Jair Bolsonaro (PL) se negar a passar a faixa presidencial caso seja derrotado nas eleições deste ano.

Lula disse que não tem essa preocupação, e que caso ganhe as eleições, escolheria outra pessoa para passar a faixa para ele. “Que ele deixe a faixa guardada. A gente vai pegar a faixa, vou pegar alguém do povo brasileiro pra colocar a faixa em mim, se eu ganhar as eleições”, disse.

O petista continuou dizendo que não importa que o próximo presidente não seja ela, contanto que seja alguém “democrático, que goste do povo e goste desse país”. “Ele (Bolsonaro) vai passar a faixa direitinho, pode depois voltar pra casa pra chorar, pra resmungar, mas ele vai passar a faixa, pode ficar certo disso. O povo vai tomar a faixa dele e passar pra outro”, completou.

Em 2021, após sair derrotado das eleições estadunidenses, o ex-presidente Donald Trump não passou a faixa para o sucessor, Joe Biden. Lula lembrou que algo parecido já ocorreu no Brasil. O último presidente da ditadura militar, o general João Baptista Figueiredo, negou-se a passar a faixa para o sucessor, José Sarney.

“Mas não tenho essa preocupação. O Bolsonaro vai ter a grande lição da vida dele, o golpe que o povo vai dar nele no dia 2 de outubro, um golpe democrático. O povo de forma soberana vai dizer pro Bolsonaro um CHEGA”, disse.

Comentários

Postagens mais visitadas