Vereador de SP é detido em piscina no Rio e indiciado sob acusação de injúria racial


Renato Oliveira, que preside a Câmara de Embu das Artes, diz que acusação é absurda.

O presidente da Câmara Municipal de Embu das Artes (SP), Renato Oliveira (MDB), foi detido e indiciado sob acusação de injúria racial no último domingo (23) após se envolver em uma confusão em uma piscina no Rio de Janeiro.

Em vídeos que circulam nas redes sociais, é possível ver o vereador sendo contido por três homens dentro da piscina de um condomínio no bairro de Curicica, na zona oeste da cidade.

Vereador de São Paulo se envolveu em confusão no último domingo (23) no Rio e foi acusado de injúria racial.

No registro, pessoas observam a cena enquanto Oliveira diz que não fez nada. Os ânimos ficam ainda mais exaltados quando um dos homens aplica uma gravata nele.

Depois de ser retirado da piscina, o vereador foi conduzido por policiais a 32ª DP em meio a aplausos de pessoas que assistiam à cena.

Segundo a Polícia Militar, os agentes foram acionados para verificar uma ocorrência envolvendo um tumulto e, no local, uma pessoa relatou que o vereador teria cometido injúria por preconceito.

De acordo com a Polícia Civil, Oliveira foi indiciado sob acusação de injúria racial e resistência, aos quais responderá em liberdade.

Postar um comentário

0 Comentários