Header Ads Widget


 

Morro da Forca desabou parcialmente nesta quinta-feira e atingiu casarão tombado do século XVII


Um deslizamento de terra na cidade mineira de Ouro Preto destruiu casas na manhã desta quinta-feira. Imagens feitas por populares mostram o momento em que parte do Morro da Forca desaba no centro histórico do município mesmo sem chuva.

Pelo menos dois imóveis históricos e tombados foram atingidos. Um deles, um casarão do século XVII, pertence à prefeitura de Ouro Preto. Até o momento, não há informações de vítimas.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 8h30 para realizar uma vistoria no local. O colapso ocorreu por volta das 9h10. Após o desabamento, o local foi isolado. Moradores da região também foram retirados de suas casas.

Segundo a Defesa Civil, ainda há uma instabilidade do talude. Se houver outro desmoronamento, há a possibilidade de um hotel e um restaurante serem atingidos.

— É importante destacar que a atuação preventiva do CBMMG juntamente com a Defesa Civil Municipal de Ouro Preto foi decisiva para que não existissem vítimas nesse caso, uma vez que o local já se encontrava isolado e evacuado preventivamente — disse o tenente Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram moradores correndo para se protegerem após o desabamento, que atingiu a rede elétrica e provocou a interrupção do fornecimento.

A prefeitura informou que a Receita Municipal suspendeu temporariamente o atendimento presencial. Os serviços online também estão indisponíveis.

Em entrevista à GloboNews, prefeito Ângelo Oswaldo disse que há riscos de novos desmoronamentos, mas afirmou que as áreas já estão sendo monitoradas e isoladas pela Defesa Civil. Ele explicou que essas ocorrências são comuns no município, embora desta vez o volume de terra tenha sido bem maior.

— Temos várias áreas de risco. Algumas que foram ocupadas indevidademente e por isso o risco aumentou muito mais. Tem possibilidade de deslizamento. Tudo está sendo monitorado — disse o prefeito Ângelo Oswaldo em entrevista à GloboNews. — Faz parte do solo ouro-pretano. Felizmente nenhuma pessoa foi vitimada e nenhum monumento importante no centro histórico foi destruído. Não tivemos nenhum dano maior ao patrimônio cultural.

Postar um comentário

0 Comentários