Header Ads Widget


 

TRAGÉDIA FAMILIAR; Mãe mata filhos de 3 e 6 anos a facadas e corta os próprios pulsos



Duas crianças, de 6 e 3 anos, foram mortas a facadas pela própria mãe na tarde de segunda-feira 10, em Guapimirim, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro.

 De acordo com a polícia, Stephany Ferreira Peixoto, de 36 anos, matou os dois filhos, Bruno, 6, e Arthur, 3, e tentou se matar em seguida.

Após o episódio, a mulher foi encaminhada ao Hospital Municipal José Rabello de Mello, onde está sob custódia. A arma do crime foi apreendida.

Stephany  tem várias publicações nas redes sociais falando sobre a alegria de ser mãe e com declarações de amor e carinho às crianças. Na última sexta-feira, dia 7, três dias antes do crime, ela fez uma postagem parabenizando o filho Bruno pelo aniversário. “Que venha muitos anos, anos de vida e alegria na sua vida”, destacou no texto. Nas fotos, ela acrescenta várias hashtags, como, por exemplo, #AmoresDaMinhaVida, #MãeDeMeninos e #MinhaFamília.

Segundo o delegado encarregado, Antônio Silvino Teixeira, da 67ª DP (Guapimirim), ela tentou cortar os pulsos após matar as crianças. Teixeira afirma que a mulher será indiciada por homicídio duplamente qualificado.

— O crime aconteceu por volta de 13h30. Ela matou os filhos a facadas e, logo em seguida, tentou se matar. Ainda estamos tentando entender o que motivou esse crime. A autora foi socorrida para o Hospital José Rabelo Melo, com os pulsos cortados, e seu estado de saúde é estável. Já o corpo das crianças foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Teresópolis. Nos próximos dias, vamos ouvir testemunhas e também a autora — disse o delegado.

De acordo com os investigadores, após matar os filhos, a mulher ligou para o marido e disse que estava se matando. O homem teria corrido para a casa e não conseguiu entrar. Os vizinhos acionaram a polícia e os agentes já encontraram as crianças mortas e a mulher ensaguentada.

A Prefeitura de Guapimirim divulgou, por meio da Secretaria Municipal de Educação, uma nota de pesar: “se junta a toda população no luto pelo falecimento de nossos estudantes Arthur Moisés (C.M. Professora Vânia Regina) e Bruno Leonardo ( E.M. Professor Otelo). Uma perda irreparável. Nossas condolências aos familiares e amigos”.

Em nota, a Polícia Civil afirmou que a mãe das crianças será ouvida após alta médica e disse que a investigação está em andamento para esclarecer a motivação do crime.

Postar um comentário

0 Comentários