Fábio Dantas: “Fátima acorda para mentir e mente para dormir”


“Fátima acorda para mentir e mente para dormir. Nunca governou o Estado. Somente produz propaganda e bate foto”. A declaração é do ex-vice-governador do Rio Grande do Norte, o empresário e advogado Fábio Dantas (Solidariedade), sobre a gestão da governadora Fátima Bezerra (PT) à frente do Estado, que ele classificou como “inexistente e atrapalhada”.

Em entrevista exclusiva ao AGORA RN, nesta quarta-feira 26, Fábio Dantas declarou que Fátima, “anuncia as mesmas estradas várias vezes. Ela fala em saúde pública, mas fecha hospitais. Diz ser contra a reforma da previdência e aprovou uma reforma que taxou os inativos. Só não foi mais cruel taxar quem ganhava R$ 1 mil, porque deputados não deixaram”.
Para o empresário, Fátima era contra o teto dos gastos públicos, mas aprovou o projeto, o que deixou evidente que sua gestão é voltada apenas para os “interesses do PT”, ficando o Estado entregue à própria sorte.

O ex-vice-governador Fábio também criticou a forma como a petista vem conduzindo a crise gerada pela Covid-19 no Estado. “A governadora está devolvendo pacientes do interior do RN para morrerem em casa ou em unidades que não tem a mínima referência para atenderem pacientes mais graves, um verdadeiro genocídio”, apontou.

E continuou: “Em contraponto, a Sesap dispõe de mais de R$ 160 milhões em caixa permanente e não transforma em ações. Seu governo agora por último cobra o passaporte vacinal. Fátima jamais emprestou sequer uma enfermeira para ajudar na vacinação, mas faz propaganda de operação verão. Seu governo sequer promoveu testagens em massa da população. O que fez foi gastar dinheiro público com respiradores e outras despesas que jamais beneficiaram nossa população”.

Superfaturamento

Fábio Dantas acusou Fátima Bezerra de inflar os valores para a abertura dos hospitais de campanha destinados ao tratamento de pessoas com coronavírus, no Rio Grande do Norte.

“Não abriu hospital de campanha e, os que se propôs a abrir, estavam superfaturados e o Tribunal de Contas do Estado (TCE) proibiu. Depois, mandou o povo ficar em casa por seis meses, dizendo que era o tempo para abrir leitos. Isso massacrou os pequenos e médios empreendedores. Terminou sendo o Estado que, percentualmente, mais matou por falta de UTIs”, denunciou Fábio.

O empresário foi enfático ao afirmar, “teimo em dizer que sem os investimentos do governo federal, sem a vacina que o Brasil adquiriu em massa, sem os trabalhos dos prefeitos e, em especial, de Álvaro Dias, prefeito de Natal, teríamos certamente um caos e muito mais mortes. Pois, Fátima não vacinou sequer um paciente, mas a fotografia recebendo vacina tinha, toda semana. Ela é a pior gestora possível, no pior momento, quando a sociedade mais necessita”, ressaltou.

“Fátima é a maior oligarquia com mandato”, disparou ex-gestor

Em relação à possível aliança MDB e PT no Rio Grande do Norte, com o objetivo de manter Fátima mais uma vez à frente do Estado, Fábio Dantas disse que a governadora está há três décadas ocupando cargos públicos e que ela usará o poder que tem hoje para se manter onde está por mais tempo.

“Fátima hoje é a maior oligarquia com mandato. Ela está há 30 anos nos cargos mais abastados da nação. A professora do passado deu lugar à poderosa deputada estadual, federal, senadora e governadora, nenhum outro político em atividade teve tantos cargos, e a união com o MDB é natural, porque Fátima vai usar o poder para tentar se manter no Poder”, enfatizou.

Para o ex-vice governador, durante a vida política, Fátima Bezerra tem se mostrado bastante incoerente, “se aliando ou tomando decisões de acordo com a posição que exerce, tal como oposição ou situação, de acordo com os seus interesses para vencer eleições”, finalizou.

Fonte: Agora RN

Postar um comentário

0 Comentários