Após achar fezes de gado na pista, ANAC interdita aeroporto no Rio Grande do Norte


Por meio da portaria Nº 6.923/SIA de 7 de janeiro de 2022, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) interditou o aeroporto de Caicó, no Rio Grande do Norte. Com ele, já são três aeródromos regionais interditados no estado, como relata a Tribuna do Norte. Os outros dois são os das cidades de Currais Novos e Assu.

Os principais fatores que levaram à proibição de pousos no local, exceto voos de aviões-ambulância, foram a falta de uma cerca de segurança, falta de vigilância, a presença de animais de grande porte (gado) e a invasão de moradores nas áreas de pátio e de pista.

Evidências verificadas durante a inspeção incluem fezes de gado na pista, animais pastando na área operacional e crianças brincando na área onde se movimentam as aeronaves.

Em face aos maus cuidados, a ANAC autorizou a proibição de operações de pouso, exceto por necessidade de emergência médica ou de transporte de valores, que devem ser realizadas mediante prévia coordenação com o operador do aeródromo (DER/RN). A medida foi aplicada sem prazo determinado de expiração e será mantida até que a DER/RN solicite a sua revogação e demonstre o cumprimento das condições operacionais mínimas.

Este torna-se outro exemplo de aeroporto que poderia fomentar ao desenvolvimento regional, mas está praticamente abandonado pelo poder público.

Postar um comentário

0 Comentários