‘Inspirado em Lázaro’: foragido da Polícia em Goiás é fã do serial killer morto em junho.


Wanderson Mota Protácio, apelidado pela polícia de "Novo Lázaro", é acusado de cometer três assassinatos.

APolícia Civil de Goiás segue reunindo esforços para tentar encontrar o caseiro Wanderson Mota Protácio, 21, autor de diversos assassinatos, incluindo o de uma mulher grávida. Wanderson foi apelidado de “Lázaro 2.0” ou “Novo Lázaro”, em referência ao serial killer Lázaro Barbosa, morto em junho deste ano.

Segundo o portal Metrópoles, um colega de Wanderson disse que o caseiro afirmou que era fã de Lázaro. “Disse que era seguidor do Lázaro. Eu achei estranho, mas ele considerava o maníaco um herói, e que tinha dado trabalho para a polícia de Goiás”, contou.

A Polícia Civil de Goiás segue reunindo esforços para tentar encontrar o caseiro Wanderson Mota Protácio, 21, autor de diversos assassinatos, incluindo o de uma mulher grávida. Wanderson foi apelidado de “Lázaro 2.0” ou “Novo Lázaro”, em referência ao serial killer Lázaro Barbosa, morto em junho deste ano.

Segundo o portal Metrópoles, um colega de Wanderson disse que o caseiro afirmou que era fã de Lázaro. “Disse que era seguidor do Lázaro. Eu achei estranho, mas ele considerava o maníaco um herói, e que tinha dado trabalho para a polícia de Goiás”, contou.

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Troca de tiros com fazendeiro

A Polícia Militar de Goiás apura uma ocorrência de troca de tiros, na madrugada dessa quarta-feira, 1°, entre um fazendeiro da zona rural de Corumbá e um homem numa chácara, localizada a 7km de Abadiânia. A PM suspeita que o outro homem envolvido no tiroteios seja Wanderson Mota Protácio.

Os assassinatos

Wanderson é acusado como autor dos assassinatos da própria namorada, que estava grávida de 4 meses, da enteada de 2 anos e 9 meses, e de um fazendeiro, todos na zona rural de Corumbá, no domingo, 28.

Após ter matado a mulher grávida e a enteada, ele teria ido até a casa do seu patrão e furtado um revólver com seis munições. Em seguida, foi a uma propriedade vizinha e matou um fazendeiro para roubar a caminhonete dele. Ele ainda tentou estuprar a mulher do fazendeiro, mas não chegou a consumar o ato.

Comentários

Postagens mais visitadas