Globo passa vexame em ‘ao vivo’ do Ibirapuera em telejornal


Repórter até tentou salvar a transmissão que anunciava o show de luzes no lago.

Na noite de sábado (25), o âncora do ‘SP2’, Carlos Tramontina, se animou ao chamar a repórter Thais Itaqui no link do Parque do Ibirapuera, cartão-postal de São Paulo.

O objetivo era mostrar o show ‘Natal no Ibirapuera: Festa na Natureza’, com luzes holográficas na fonte, simulando objetos e animais.

“Começou agora, Tramontina”, anunciou Thais, empolgada. Mas o que se via era apenas a iluminação normal da fonte. O repórter-cinematográfico movimentou a câmera em busca do tal show e... nada.

Nenhuma projeção, nenhum movimento de luzes. Cadê o espetáculo visual que atraiu muita gente, aglomerada na calçada? Na volta ao estúdio, Carlos Tramontina nem comentou, apenas sorriu sem graça.

Mais tarde, na GloboNews, houve a repercussão do fiasco. A própria Thais Itaqui conduziu uma matéria sobre a irritação dos paulistanos e turistas que foram até o Ibirapuera a fim de assistir ao tal show.

“A gente veio pra isso, e não tem nada”, reclamou uma entrevistada. Inexplicável produzirem uma atração de Natal que não acontece justamente no dia de Natal.

Faltou respeito com a imprensa. Enviar uma equipe para uma transmissão ao vivo, ao ar livre, é uma operação complexa. As TVs deveriam ter sido avisadas de que o show de luzes não aconteceria naquela noite.

Postar um comentário

0 Comentários