Ávine Vinny foi preso em flagrante por ameaçar de morte ex-companheira

 Ávine Vinny nasceu em Sobral, no Ceará(foto: Reprodução/Instagram)

 Ávine Vinny passou a noite na Delegacia de Capturas, em Fortalez.

 O cantor Ávine Vinny passou na noite na Delegacia de Capturas, em Fortaleza, após ser preso em flagrante suspeito de ameaçar de morte a ex-companheira. Nesta terça-feira, 14, ele deve passar por audiência de custódia.

 O artista teve uma discussão com a ex-companheira e fez as ameaças por telefone. Ela gravou a conversa, e a Polícia Civil realizou a prisão após ter acesso ao material. O POVO apurou que o suspeito foi até a unidade policial no carro próprio e quando chegou à delegacia foi informado que estava preso. 

O POVO entrou em contato com a defesa de Ávine Vinny, por meio do escritório do Dr. Oswaldo Cardoso e Galvão Advogados, que informou que não iria se pronunciar no momento. 

Em nota, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) explicou que prendeu em flagrante o cantor de 32 anos por ameaça no âmbito da violência doméstica.

A vítima, de 31 anos, teve um relacionamento por oito anos com o suspeito. Foram solicitadas para a mulher medidas protetivas de urgência junto à Justiça.

Ávine Vinny é autor da composição "Coração Cachorro", que fez sucesso nas plataformas digitais. Ele não é o primeiro artista a se envolver em um crime de violência doméstica. DJ Ivis foi preso no dia 14 de julho após serem divulgados vídeos em que ele agredia a ex-esposa. O cantor permaneceu três meses detido. 

Violência contra a mulher - o que é e como denunciar?

A violência doméstica e familiar constitui uma das formas de violação dos direitos humanos em todo o mundo. No Brasil, a Lei 11.340, conhecida como Lei Maria da Penha, caracteriza e enquadra na lei cinco tipos de violência contra a mulher: física, psicológica, moral, sexual e patrimonial.

Entenda as violências:

Violência física: espancamento, tortura, lesões com objetos cortantes ou perfurantes ou atirar objetos, sacudir ou apertar os braços.

Psicológica: ameaças, humilhação, isolamento (proibição de estudar ou falar com amigos).

Sexual: obrigar a mulher a fazer atos sexuais, forçar matrimônio, gravidez ou prostituição, estupro.

Patrimonial: deixar de pagar pensão alimentícia, controlar o dinheiro, estelionato.

Moral: críticas mentirosas, expor a vida íntima, rebaixar a mulher por meio de xingamentos sobre sua índole, desvalorizar a vítima pelo seu modo de se vestir.

A Lei 13.104/15 enquadrou a Lei do Feminícidio - o assassinato de mulheres apenas pelo fato dela ser uma mulher. O feminicídio é, por muitas vezes, o triste final de um ciclo de violência sofrido por uma mulher - por isso, as violências devem ser denunciadas logo quando ocorrem. A lei considera que há razões de condição de sexo feminino quando o crime envolve violência doméstica e familiar ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher.


Comentários

Postagens mais visitadas