Header Ads Widget


 

Manifestações de caminhoneiros afetam rodovias em SP

 Sequência de quatro caminhões circulando em estrada

Estado de São Paulo registrava bloqueios parciais em ao menos 4 importantes vias nesta quinta (9).

 Caminhoneiros bloqueavam parcialmente ao menos quatro importantes rodovias no estado de São Paulo, nesta quinta-feira (9). Os caminhoneiros protestavam a favor do governo do presidente Jair Bolsonaro e contra os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Na maior parte das estradas afetadas, os caminhoneiros permitiam a passagem de automóveis, veículos de emergência e de cargas de alimentos perecíveis. 

 Veja abaixo as rodovias afetadas pelas manifestações:

Rodovia Anhanguera: A via chegou a ser interditada totalmente durante a madrugada desta quinta. Mas por volta das 8h, havia dois pontos de bloqueio parcial com caminhões ocupando algumas faixas da rodovia em Limeira, nos sentidos capital e interior. O ato provocou cerca de quatro quilômetros de filas de veículos na estrada.

Na altura do km 148, os caminhoneiros deixavam a faixa esquerda da pista livre para o trânsito de carros, motos, ônibus e ambulâncias.

No km 143 o protesto ocorria no sentido capital da via. A faixa esquerda estava liberada.

Rodovia dos Bandeirantes: não há trechos bloqueados.

Rodovia Presidente Dutra: por volta das 23h30 de quarta-feira (8), a pista sul foi bloqueada para caminhões na região de Caçapava. Demais veículos tinham passagem livre. Mas por volta das 6h20 desta quinta não havia mais bloqueio na via.

Régis Bittencourt: interditada parcialmente no km 280 em Embu das Artes, na Grande São Paulo. Por volta das 7h, eles ocupavam duas faixas da via, e provocavam mais de 3 km de congestionamento.Rodovias Anchieta e Imigrantes: tráfego normal, sem pontos de manifestações.

Rodoanel: manifestação na região do bairro Riacho Grande, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, trecho próximo ao sistema Anchieta/Imigrantes. Apenas veículos de emergência e automóveis podem seguir viagem.

Os caminhoneiros bloqueiam rodovias de 15 estados do país desde a quarta-feira (8), segundo informa o Ministério de Infraestrutura: Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Espírito Santo, Mato Grosso, Goiás, Bahia, Minas Gerais, Tocantins, Rio de Janeiro, Rondônia, Maranhão, Roraima, São Paulo e Pará.

O presidente Jair Bolsonaro gravou um áudio pedindo aos caminhoneiros que liberem as estradas do país. Na gravação, Bolsonaro diz que a ação "atrapalha a economia" e "prejudica todo mundo, em especial, os mais pobres". 

 Em áudio, Bolsonaro pede que caminhoneiros liberem rodovias ocupadas

Em áudio, Bolsonaro pede que caminhoneiros liberem rodovias ocupadas

Postar um comentário

0 Comentários