Litro da Gasolina deve subir ainda mais no Brasil após alta de 51%

Um dos fatores que influencia na escalada do combustível é o câmbio no Brasil, responsável por impulsionar os índices da inflação.

Previsões apontam que o preço da gasolina no Brasil deve subir ainda mais no decorrer dos próximos meses, acompanhando o acumulado de 51% ao longo deste ano. Um dos motivos têm a ver com a alta do petróleo, cujo custo do barril ultrapassa os US$ 60.
Sem um aumento significativo na produção que justifique uma queda no preço, as chances de comprar o combustível mais barato se tornam inviáveis. Outro fator que influencia na escalada da gasolina é o câmbio no Brasil, responsável por impulsionar a inflação em terras tupiniquins.
Mesmo com o sinal de valorização do real, o dólar vem se sustentando em R$ 5,30 devido a crise política e institucional. A insegurança na esfera política impacta diretamente os indicadores da economia, afetando o poder de compra dos brasileiros.

Estados com maior alta na gasolina

Quatro estados do país registram aumento significativo no preço da gasolina que chega ao consumidor final. No Rio de Janeiro, Acre, Tocantins e Rio Grande do Sul, o preço do litro do combustível na bomba ultrapassa os R$ 7, como mostra a pesquisa da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), feita entre os dias 15 e 21 de agosto.

Os custos para abastecer o veículo preocupa os motoristas. Para se ter ideia, em um posto de gasolina em Copacabana, zona Sul do Rio, vende-se o combustível comum a R$ 6,996, enquanto a versão aditivada a R$ 7,195 o litro.

Comentários

Postagens mais visitadas