Header Ads Widget


 

Feirão Serasa Limpa Nome: ainda é possível quitar dívidas por até R$ 100; saiba como


Até o último balanço de 2021, cerca de 1 milhão de brasileiros já renegociaram suas dívidas no Feirão Serasa Limpa Nome. Saiba mais.

Para quem ainda não conseguiu realizar a renegociação de dívidas promovida pela Serasa, com quitação dos débitos por até R$ 100,00, o prazo foi prorrogado para até o dia 31 de agosto. Os descontos na quitação dos débitos podem chegar a 99%, conforme as condições da empresa.

Somente em 2020, cerca de 6 milhões de dívidas foram quitadas por meio do programa Feirão Serasa Limpa Nome. Em 2021, até o último balanço feito pela Serasa, já teriam sido beneficiados cerca de 1 milhão de brasileiros. Umas das facilidades oferecidas pelo Feirão Serasa Limpa Nome é a negociação prática, que pode durar poucos minutos.

Ao todo, são 24 empresas parceiras da Serasa que possuem negociações com vantagens de até 99% de desconto. A Serasa possui aplicativo para Android e iOS, onde é possível realizar a negociação e fazer o acompanhamento.

A renegociação das dívidas também pode ser feita pela página do Feirão Serasa Limpa Nome. Outras duas formas é pelo WhatsApp (11) 99575-2096 e por intermédio de ligação gratuita, no telefone 0800-591-1222.

Feirão Serasa Limpa Nome

O processo é simples e rápido. Basta entrar na plataforma por meio do aplicativo ou site, bem como nos demais canais e escolher as ofertas disponíveis para quitação em seu CPF. Na sequência, faça os seguintes passos:

  1. Faça um cadastro informando seus dados (CPF, RG, nome completo);
  2. Após cadastro, faça login na plataforma;
  3. Identifique o botão “Consultar dívidas grátis” destacado em rosa;
  4. Clique sobre ele;
  5. Confira as ofertas de descontos em suas dívidas;
  6. Aceite o acordo que for viável e imprima o boleto para quitação. Após o pagamento, basta aguardar os trâmites da negociação.

Se você tem pendências no Serasa, esse é o momento de quitar suas dívidas e limpar novamente o nome.


Postar um comentário

0 Comentários