Comerciante acusado de envolvimento na morte do radialista F. Gomes é preso em Parnamirim


O comerciante Lailson Lopes, conhecido como Gordo da Rodoviária, foi novamente preso por envolvimento na morte do radialista F. Gomes. Sua prisão se deu na cidade de Parnamirim, na Grande Natal.

Os policiais tinham informações sobre seu paradeiro e de posse do mandado de prisão que foi expedido pela Vara Criminal de Caicó, o detiveram. Ele foi conduzido para a Central de Flagrantes e depois encaminhado para o Sistema Prisional onde fica a disposição da Justiça.

Entenda

No dia 16 de abril de 2019, foram julgados e condenados em sessão do júri popular, em Natal (RN), o comerciante Lailson Lopes (Gordo da Rodoviária) e o ex-pastor evangélico Gilson Neudo Soares do Amaral, por terem planejado a morte do jornalista caicoense, Francisco Gomes de Medeiros (F. Gomes).

No caso de Laildon, ele não foi preso imediatamente para cumprir a pena, por causa de recurso impetrado no Tribunal de Justiça, pelo seu advogado, Anesiano Ramos.

Já no dia 18 de fevereiro de 2020, passados mais de 1 ano, o Tribunal de Justiça decidiu por negar o recurso e a decisão foi publicada. Após 7 meses, no dia 17 de setembro de 2020, a juíza Eliana Alves Marinho remeteu os autos do processo para a comarca de origem, ou seja, Caicó, para que fossem tomadas as providências necessárias quanto ao cumprimento da decisão.

Passados outros 7 meses, no dia 14 de julho de 2021, o processo foi recebido pela comarca e, com isso, ficou concluso para decisão. Alguns dias depois, foi expedido o mandado.

Por Sidney Silva

Comentários

Postagens mais visitadas