"Ele morreu de Covid, não?", debocha Bolsonaro sobre morte de Lázaro

 O presidente sorriu após citar a morte de Lázaro Barbosa (Foto: Reprodução/Youtube)

Lázaro morreu após troca de tiros com policiais, que disparam 125 vezes. Cerca de 38 tiros atingiram o corpo do homem, de acordo com o secretário de Saúde do município, Rui Borges.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) falou novamente sobre a morte de Lázaro Barbosa, suspeito de matar uma família de quatro pessoas no Distrito Federal, na noite desta segunda-feira, 28, ao chegar ao Palácio do Planalto para falar com apoiadores. “Tem gente chorando pelo Lázaro. Ele não morreu de Covid não?”, disse o presidente, afirmando que já havia visto os ‘memes’ que circulam na internet sobre o caso. Depois, ele se defendeu e disse que não estava debochando da morte do homem.

Mais cedo, Bolsonaro parabenizou, por meio de suas redes sociais, os policiais da Polícia Militar de Goiás, a quem considerou “heróis”. “O Brasil agradece! Menos um para amedrontar as famílias de bem. Suas vítimas, sim, não tiveram uma segunda chance”, afirmou. “Lázaro: CPF cancelado”, completou.

Comentários

Postagens mais visitadas