Drone que mapeia pontos de calor é usado à noite na caça a Lázaro detecta pessoa na mata

 Equipamento encontrou ponto de calor, que desapareceu com a aproximação do dispositivo; as buscas já estão no 17º dia em Goiás.
Um drone termal da Receita Federal, um dos equipamentos de alta tecnologia usados na caçada ao criminoso Lázaro Barbosa, detectou a presença de uma pessoa na mata fechada da localidade de Girassol, perto de Cocalzinho de Goiás (GO), na madrugada desta sexta-feira (25). Do alto, o equipamento, que mapeia em vermelho pontos de calor, encontrou animais, equipes da força-tarefa que estão espalhadas pelo cerrado e ainda uma pessoa no meio dos arbustos. Quando o drone se aproxima, o ponto de calor, que representa uma pessoa, desaparece. Normalmente, o drone é usado pela Receita Federal para combater o contrabando e descaminho. Agora, a tecnologia é empregada pela força-tarefa para localizar Lázaro, no 17º dia de buscas no meio da mata. Equipado com câmeras diurna e noturna, o drone da Receita custa aproximadamente R$ 150 mil reais, é resistente a chuva e a poeira e pode vasculhar alvos a até 5km de distância. À noite, o equipamento localiza qualquer ponto de calor, mesmo a longas distâncias. Foi com essa câmera que o drone flagrou a movimentação na madrugada.

Postar um comentário

0 Comentários