VAZAMENTOS DA LAVA JATO: Conversas da Lava Jato apontam lavagem para o Grupo Silvio Santos


O operador financeiro e delator Adir Assad teria lavado dinheiro para o Grupo Silvio Santos. O esquema teria acontecido nas décadas de 1990 e 2000 e envolvia contratos fraudados de patrocínio esportivo. A informação foi divulgada hoje pelo jornal Folha de S.Paulo, que, em parceria com o site The Intercept Brasil, analisa mensagens entre procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato.
Depoimentos de Assad foram compartilhados entre membros do MPF (Ministério Público Federal) por meio do aplicativo de mensagens Telegram. Eles integram o acordo de colaboração do operador com a Procuradoria.

Comentários

Postagens mais visitadas