Header Ads Widget


 

Médica que protestou contra isolamento morre de coronavírus no Ceará


Na última sexta-feira dia 10 de abril, faleceu a médica Lúcia de Fátima Dantas de Abrantes, de 65 anos de idade, vitima de coronavírus.
A doutora foi a óbito num leito de UTI, onde lutava pela vida após ser infectada com o covid-19, em Iguatu, no Ceará.Iguatu, fica 370 quilômetros ao sul de Fortaleza, e tem 100 mil habitantes..
De acordo com os dados do Ministério da Saúde, o Ceará é o terceiro estado brasileiro com mais casos de coronavírus, ficando atrás apenas de S. Paulo e Rio de Janeiro.A médica Lúcia Abrantes trabalhava na Unidade Básica de Saúde e dava plantões no Hospital Municipal de Quixelô e no Hospital Regional de Iguatu.
Era uma profissional dedicada, sempre alegre e espontânea”, descreveu o secretário de Saúde de Iguatu, Georgy Xavier.

Em 16 de março, a médica fez uma publicação no Facebook, minimizando o risco do coronavírus. “Existem vírus muito mais potente e que matam muito mais, como por exemplo o h1n1, e ninguém está nem aí para eles. Porque será??????”, escreveu.
No dia 27 de março, ela compartilhou uma convocação para uma carreata pela reabertura do comércio em Recife, organizada por empresários.
Não brinque com o coronavírus, sigam as orientações da Organização Mundial da Saúde e obedeça os decretos de sua cidade.

Fique em casa!

Veja abaixo, os sintomas do covid-19 e se perceber algum deles, procure o hospital ou UPA imediatamente.

Confira aqui abaixo algumas dicas de prevenção ao covid-19.

Lave as mão corretamente!

Postar um comentário

0 Comentários