Bolsonaro rompe isolamento e visita hospital, farmácia e um prédio residencial

 Mortes por coronavírus já superam “previsão” de Bolsonaro
Nos últimos dois dias, é a segunda vez que Jair Bolsonaro descumpre as orientações das autoridades sanitárias para permanecer em isolamento social para evitar a disseminação do novo coronavíru.
 Jair Bolsonaro deixou o Palácio da Alvorada pouco depois das 9h desta sexta-feira (10) e visitou o Hospital das Forças Armadas (HFA) em Brasília. A comitiva de Bolsonaro não passou pela portaria onde se concentram jornalistas e apoiadores.
A visita ao hospital não constava na agenda oficial. Ele deixou o HFA às 10h30.
Bolsonaro ainda foi a uma farmácia no setor Sudoeste de Brasília e compareceu a um prédio residencial na mesma região para visitar seu filho Renan. Na drograria, Bolsonaro não quis dizer o que comprou. "Ninguém vai tolher meu direito de ir e vir", afirmou, citado pelo jornal O Estado de S.Paulo.
No decorrer de seu "passeio", Bolsonaro ouviu gritos de apoio, mas também ouviu palavras de ordem contra seu governo.
Na última quinta-feira (9), Bolsonaro já havia rompido o isolamento indo a uma padaria, onde abraçou apoiadores e fez uma refeição.
A recomendação do Ministério da Saúde é para que a população evite sair de casa e não fique em aglomerações.
Segundo o último balanço divulgado pela pasta na quinta-feira (9), o total de casos confirmados no Brasil do novo coronavírus chegou a 17.857 e o de mortes a 941.
Fonte:  Brasil 247

Comentários

Postagens mais visitadas