Vereador é preso dentro da fazenda de Amado Batista usando trator da Prefeitura de Goianápolis

 (Foto: Divulgação)
Uma denúncia anônima feita pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) levou a prisão em flagrante de um vereador em Goianápolis, na região Metropolitana de Goiânia, enquanto dirigia um trator da prefeitura do município, dentro da fazenda do cantor Amado Batista, na sexta-feira (09/08). As informações são do G1 Goiás.
Embora sua identidade não tenha sido divulgada para que as investigações não fossem dificultadas, o delegado Rodrigo Arana disse que o vereador não apresentou nenhum documento de autorização para o empréstimo.
Desta feita, ele foi preso foi preso em flagrante pela suspeita de peculato-desvio, que é um crime cometido por agente público.
"Quem deveria estar fazendo o trabalho de fiscalizador, estava em total desvio de função, executando a obra", disse o delegado em entrevista ao site.
À TV Anhanguera, o cantor Amado Batista disse que havia pedido a Prefeitura o trator para realizar a obra. Ele afirmou que sabia que o empréstimo estava previsto em lei.
A Prefeitura de Goianápolis, reforçou a versão do cantor e afirmou que o empréstimo de máquinas está previsto em um artigo da Lei Orgânica da cidade e não caracteriza crime.
O delegado entretanto, afirmou que a lei existe mas há a necessidade de um termo de responsabilidade que não foi consumado: o vereador, Amado Batista e a Prefeitura não o firmaram.

Postar um comentário

0 Comentários