Advogados são presos na entrada de Alcaçuz



Para MP, eles repassavam ordens de chefes de facções detidos para criminosos nas ruas.
Dois advogados foram presos nesta segunda-feira, 10, em uma operação do Ministério Público do Rio Grande do Norte batizada de Emissários. Eles teriam sido presos, de acordo com a colaboração do sistema penitenciário do Estado ao PORTAL NO AR, na entrada do Pavilhão Rogério Coutinho Madruga, no complexo prisional de Alcaçuz.


De acordo com o MPRN, eles eram responsáveis por repassar ordens dos chefes de uma facção criminosa que estão detidos em unidades prisionais potiguares a integrantes do grupo que ainda estão nas ruas. Os nomes dos advogados não foram confirmados pelo órgão até a publicação deste texto.
Além das duas prisões, também foi expedido um mandado de prisão contra uma terceira advogada, que se encontra foragida da Justiça.
Infiltrados
Mais cedo, outro advogado foi preso em uma operação do MPRN denominada ‘Infiltrados’. A ação investiga um grupo de pessoas que negociou uma decisão no âmbito do Tribunal de Justiça potiguar.

Portal no Ar

Postar um comentário

0 Comentários